Escolha uma Página
Shhhhh

A série é composta por seis panorâmicas fotográficas que representam a biblioteca The Cooper Union, em Nova York. Marcadas por linhas verticais, as tiras fotográficas pretendem dar a ver, entre os fantasmas que surgem na construção da imagem, rastros de uma existência arquitetônica e potencialidades efêmeras de uso. Foram realizadas com câmeras pinhole de construção própria da fotógrafa e resultaram de tempos de exposição que duraram de duas a três horas. Utilizando-se da variável tempo, o trabalho relaciona a experiência fotográfica de formação da imagem na superfície sensibilizada do filme (Ilford 125) com a experiência de estudo dentro daquele ambiente, a biblioteca, para colocar metaforicamente em relação a produção da imagem fotográfica com a produção do pensamento crítico sobre ela – já que o estudo que a fotógrafa empreendia naquele era justamente o que resultaria na sua tese de doutorado. Dentro da arquitetura dessas fotografias, a biblioteca da Cooper Union é habitada por seres imaginários que, como pretendia John Hejduk na reforma de 1970, cito “despertam a vida oculta dos espaços daquele edifício”.

Nova York, 2014